PROJETO FRICÇÕES REALIZA DEBATE SOBRE BOURDIEU

O Campo é um espaço relativamente autônomo. Um espaço de luta, com regras próprias em que os envolvidos jogam um jogo e respeitam essas mesmas regras conforme defendeu o Sociólogo francês Pierre Bourdieu. Foi em torno do Conceito de Campo Acadêmico desse autor que foi realizado nesse sábado (17/04) na APLB – Sindicato dos Professores – a primeira edição do Projeto de Extensão Universitária Fricções – Humanidades e Linguagens em diálogo. “O projeto tem como objetivo fomentar o debate e a leitura dos clássicos entre os acadêmicos da UFSB e do público em geral” descreveu Pablo.

O evento

O evento

O evento que inicio as 14:00hs teve como mediador o estudante Pablo Frantêscouly (UFSB), e terminou apenas no final da tarde com debates acalorados sobre a temática. Para o evento estavam presente também o professor André Almeida dirigente da APLB de Teixeira de Freitas, e o professor Dr. Celso Gayoso (UFSB). A primeira exposição teve como tema: “O Campo acadêmico: notas introdutórias sobre a concepção de Campo em Pierre Bourdieu”.  A segunda palestra, elucidou a “A noção de Campo para Pierre Bourdieu”. Depois das explanações foi aberto ao debate. Também estavam presentes as Drª. Milena Magalhães (UFSB) e a Drª. Lilian Reichert Coelho (UFSB). Sendo Coelho e Magalhães as idealizadoras e Coordenadoras do evento. Além de contar com a presença de estudantes da UFSB.

As principais categorias tratadas por ambos foram: A noção de Campo e Campo Acadêmico, o Campo da Arte, a noção de Campo como espaço de Jogo e Luta, as Regras do Campo, o conceito de Capital Cultural para Bourdieu, Dominantes, Dominados e pretendentes a dominados dentro do Campo. A noção de Heresia, Ilusio, e Habitus na obra de Pierre Bourdieu. Os palestrantes também indicaram obras e leituras do Sociólogo francês para aqueles que querem iniciar seus estudos.

Além disso, os palestrantes citaram a importância da obra de Bourdieu para todos que pretendem compreender o Campo Acadêmico e como jogar esse jogo e participar das disputas internas. Destacaram a importância do respeito as Regras do Campo. Dentre elas a de não plagiar. Além de demonstrar que existem Regras informais dentro do Campo que devem ser obedecidas. Entre elas a importância de conhecer as obras daqueles que são dominantes dentro do Campo que almeja entrar.

O evento foi gratuito e contou com a participação de diferentes seguimentos. Após a exposição foi aberto ao debate. Os estudantes fizeram perguntas e os palestrantes responderam. Antes do termino os am destacaram a importância de compreender que Booudieu sendo um autor clássico, ou seja, que sua obra atravessa o tempo, é preciso não fazer uma leitura única e acabada de sua obra. Tal fala dos palestrantes teve como objetivo, fomentar a leitura das obras de Bourdieu pelo publico que estava presente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s