Imagens chocantes: Funcionários de uma escola estadual em São Paulo jogam livros no lixo

Um país se faz com homens e livros. E se desfaz quando se os destrói.

livrosA frase aí de cima, do Monteiro Lobato, foi usada à esquerda e à direita – serviu de slogan, nos tempos da ditadura, à Biblioteca do Exército, que publicava clássicos e porcarias  – , porque é, simplesmente, uma verdade.

Ainda não existe – exceto para os que conseguem ler textos maiores com atenção em e-books, o que que me parece um dom inatingível –  nada que possa transmitir melhor o conhecimento, as impressões, os sentimentos e a história humana do que eles.

Esta semana, Sorocaba(SP) foi palco de uma cena que nada fica à dever às fogueiras nazistas, onde se queimavam livros.

A pretexto de leva-los para uma suposta “reciclagem” como papel velho, centenas ou talvez mais de um milhar, pelo tamanho da pilha, foram arremessados pela janela de uma escola estadual.

Diante dos alunos, estupefatos.

Tristes tempos os que vivemos, onde até nas escolas se ensina a ser um bárbaro.

POR FERNANDO BRITO do Blog Tijolaço· 15/10/2016

Vladimir Safatle: Quem comanda o Brasil é uma junta financeira

psol61503“Para apresentar o novo horizonte de espoliação e brutalidade social, o dito ‘governo’ colocou em marcha seu aparato de propaganda. Ao anunciar as medidas, foi convocado um representante de quem verdadeiramente comanda o país, a saber, um banqueiro, o senhor Meirelles”, diz ele, em artigo publicado nesta sexta-feira.

“Este dado não é anódino. Ele simplesmente demonstra que Michel Temer não existe. Não é por acaso que ele não aparece na televisão e some em dia de eleição, indo votar no raiar do sol. “Quem realmente comanda o Brasil atualmente é uma junta financeira que impõe seus ditames a toque de caixa usando, como álibi, a ideia de uma ‘crise’ a destruir o Brasil devido ao descontrole dos gastos públicos”, afirma.

Para ele, a PEC 241, que engessa os gastos públicos por 20 anos, vai entrar para a história por transforma o Legislativo em “peça decorativa”.

“Entrará para a história o fato de que uma das mais impressionantes medidas econômicas das últimas décadas, uma que simplesmente retira do Congresso a possibilidade de realmente discutir o orçamento, que restringe o poder de representantes eleitos em aumentar investimentos do Estado, que os transforma em peças decorativas de uma pantomima de democracia, foi anunciada não pelo pretenso presidente da República, mas por um banqueiro”, salientou

Segundo ele, “o script é literalmente o mesmo aplicado em todos os países europeus com resultados catastróficos”.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Músico Bob Dylan recebe prêmio Nobel de Literatura

O prêmio Nobel de Literatura 2016 foi atribuído a Bob Dylan, por ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana, anunciou nesta quinta-feira (13) a Academia Sueca. Bob Dylan é o nome artístico de Robert Allen Zimmerman, nascido em 24 de maio de 1941 – compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano.

bob_dylan101940A secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius, disse que Dylan mereceu o prêmio por ser “um grande poeta na grande tradição poética inglesa”. “Ele encarna essa tradição”, disse Sara, lembrando que há 54 anos o cantor, poeta e compositor se reinventa, criando novas identidades.

Instada a escolher uma canção emblemática do Nobel da Literatura, Sara Darius disse que o álbum Blonde on Blonde, de 1966, “é um exemplo extraordinário da sua forma brilhante de rimar e do seu pensamento pictórico”.

A representante da Academia Sueca lembrou ainda, quando questionada sobre a especificidade da poesia de Dylan, que foi escrita para ser cantada e que também Homero e Safo, há mais de 2 mil anos, escreveram poesia para ser ouvida.

Perfil

Nascido no estado de Minnesota, neto de imigrantes judeus russos, aos 10 anos Dylan escreveu seus primeiros poemas e, ainda adolescente, aprendeu piano e guitarra sozinho. Começou cantando em grupos de rock, imitando Little Richard e Buddy Holly, mas quando foi para a Universidade de Minnesota em 1959, voltou-se para a folk music, impressionado com a obra musical do lendário cantor folk Woody Guthrie, a quem foi visitar em Nova York em 1961.

Em 2004, foi eleito pela revista Rolling Stone o sétimo maior cantor de todos os tempos e, pela mesma revista, o segundo melhor artista da música de todos os tempos, ficando atrás somente dos Beatles. Uma de suas principais canções, Like a Rolling Stones, foi escolhida como uma das melhores de todos os tempos.

Em 2012, Dylan foi condecorado com a Medalha da Liberdade pelo presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

Carina: Golpe no Ensino Médio é o AI-1 do Traíra

f534f6d5-6c4a-4d0d-958c-31e588d5c3aeO Conversa Afiada publica o artigo de Carina Vitral, presidenta da UNE:

Os governos arbitrários que se instalam nos países após um período de avanço democrático encontram sempre o mesmo problema: como desmontar a pluralidade de ideias do período anterior e institucionalizar rapidamente a lógica de uma sociedade com menos voz? No caso do Brasil atual, a fórmula tem sido a promulgação abrupta de novas normas, alteração vertical de legislações, concentração de poder para tomar decisões que antes eram compartilhadas entre os poderes e a população organizada.

Foi esta a tônica do não presidente Michel Temer ao decretar, por meio de uma Medida Provisória, a reforma do Ensino Médio no Brasil. Assumiu a caneta para decidir os rumos de um tema que já estava sendo amplamente debatido pelo legislativo e pelo conjunto do movimento educacional nas últimas décadas. Ele empurrou garganta abaixo mudanças educacionais que não estão de acordo com o crivo de parlamentares, especialistas e da sociedade civil como um todo. Trazendo uma analogia aos nomes dos decretos do militares após o golpe de 1964, podemos dizer que a reforma do ensino médio é o primeiro ato institucional de Temer, algo como seu AI-1.

Optar pela medida provisória para mudar a área da educação é uma afronta ainda mais grotesca quando comparada ao processo participativo que construiu as Conferências Nacionais de Educação e o Plano Nacional de Educação, que foi aprovado em 2014 após uma vasta consulta da academia, estudantes, professores, entidades de juventude e movimentos sociais.

Se não bastasse o absurdo do método, o conteúdo do que vai na MP746 é também sintomático de uma visão arbitrária na teoria pedagógica. Ela altera artigos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 1996, amplamente discutida com diversos segmentos sociais. A intenção é reduzir a consciência crítica dos estudantes ao restringir disciplinas como filosofia, sociologia e artes, além da fundamental educação física. Corpo e mente dos estudantes passam a ser descartáveis e induzidos a um único projeto, tecnicista, de formação de uma massa amorfa de mão de obra para o mercado de trabalho.

A sinalização é para a precarização do ambiente escolar e à queda de qualidade do ensino ofertado à população mais pobre do país. Exemplo disso é a determinação pela ampliação da carga horária escolar sem indicar os recursos e as mudanças estruturais necessárias para atender os jovens por mais tempo. O mesmo governo, na verdade, já prevê é o congelamento dos investimentos na área educacional por 20 anos com a sua PEC 241, deixando a entender que as condições da jornada estendida na escola pública brasileira serão as piores possíveis.

Como se não bastasse, a graduação dos professores não está garantida com a abertura das vagas para profissionais de “notório saber” lecionarem nas escolas sem precisarem ter curso superior na licenciatura. É uma decisão covarde, que despreza os mínimos padrões para a formação daqueles que estarão à frente das turmas das famílias mais pobres. Indica também o menosprezo de atual ministério da Educação em relação à ampliação e fortalecimento dos cursos de licenciatura, responsáveis pela inclusão recente de grande parte da juventude menos favorecida nas universidades e fundamentais para combater a escassez de professores em algumas áreas.

O AI-1 de Temer é um ataque grave ao Plano Nacional de Educação e à Conferência Nacional de Educação. É um ataque às contribuições de Darcy Ribeiro, Paulo Freire e tantos outros na formação de um modelo educacional emancipador e transformador. É preciso barrá-lo e deixar o recado de que os movimentos sociais não permitirão a escalada de suas ambições para a concentração do poder. Sem conhecer onde coloca as mãos, o não governo federal desafia os milhões de estudantes de todas as partes do país que ocuparam suas escolas por outras mudanças, em um passado muito recente, e que já começaram a ocupar muitas outras contra a MP746. Haverá luta!

Oposição vai ao STF contra desmandos de Temer; ENTENDA!

jandira-feghali4A líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), ingressou nesta sexta-feria, 7, com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), para suspender a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/16, que limita os gastos públicos para as despesas primárias dos três poderes.

Além da parlamentar, o documento é assinado pelos líderes do PCdoB e do PT e outros parlamentares comunistas. A peça contesta a legalidade da PEC, pois interfere na autonomia administrativa e financeira dos poderes Judiciário e Legislativo, e viola o direito democrático dos próximos cinco presidentes.

De acordo com o documento, a PEC só poderia ser apreciada no Plenário da Câmara após julgamento do mandado pelo Supremo. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou para esta segunda-feira, 10, a votação da matéria.

A PEC 241, encaminhada pelo governo de Michel Temer enquanto ainda ocupava interinamente a Presidência da República, propõe alterações na Constituição Federal para instituir um novo regime fiscal que deve congelar os gastos sociais nos próximos 20 anos. Pelo texto, o aumento das despesas fica limitado à variação da inflação do ano anterior e mudanças só poderão vigorar a partir do 10º ano.

“Temer resolveu colocar na Constituição limites de recursos para as políticas públicas. Ele tira a constitucionalização da saúde, da educação, retira dinheiro de custeio e investimento, ou seja, as estatais não terão mais investimento, os servidores públicos não terão aumento, as políticas públicas vão minguar e vão ser delegadas para onde este governo quer, que é para o mercado”, criticou Jandira.

Segundo a deputada do PCdoB, ao mesmo tempo em que limita despesas essenciais para o funcionamento da máquina pública, a PEC do governo Temer não estabelece nenhum limite de gastos com pagamento de juros da dívida. “Esta é a cara do governo Temer, é a principal pauta dele. É a constitucionalização do orçamento sem povo e da agenda do chamado Estado mínimo: o Estado é mínimo para o povo e o mercado é máximo para os seus lucros. Então, nós vamos sustar porque para além de ele congelar uma política econômica na Constituição, ele invade a competência de outros poderes, além de violar o direito democrático de qualquer futuro presidente poder rever a política econômica sem mexer na Constituição”, explica a parlamentar.

Oposição vai ao STF contra desmandos de Temer; ENTENDA!

Em primeira coletiva a imprensa o Carcará fala pra ver a boca mexer

13578906_1349527555062896_32026592_nTergiversação, essa foi a marca da entrevista coletiva do Prefeito eleito de Teixeira de Freitas, Carcará, no dia 03. Ao menos em matérias veiculadas nos grandes sítios eletrônicos no dia 04. As matérias não especificam nada nem como serão feitas as mudanças. No sítio mais desavergonhado fala-se em “choque de gestão”, mas o povo não sabe ao certo do que se trata, nós entretanto, sabemos que o lugar onde essa tal “teoria do choque” foi mais bem empregada no Iraque de Saddam, pelos estadunidenses.

O discurso ideológico do Carcará continua o mesmo de sempre, segundo Uinderlei Guimarães do Sul Bahia News, ele falou lá uma velha pérola:“Não acredito em sigla partidária, acredito no homem”. Pra quem acha que o “homi” mudou, toma logo esse tapa na cara.

Acreditávamos que ele sairia falando logo o que mudaria e como seria feito, no entanto foram só subterfúgios e ideias vagas de quem não sabe nada do que está dizendo. Nós arriscamos a profetizar que será um teleguiado, por hora não se sabe por quem.

Em suma, o Carcará segue na mesma estrategia eleitoral, não apresenta de forma clara e objetiva suas ideias e projetos. Ao que tudo indica ele ainda não possui estes mecanismos basilares da boa administração.

Confira as matérias veiculadas na imprensa local nos links abaixo:

Temóteo concede primeira coletiva e garante governo participativo

Timóteo Brito concede sua primeira entrevista coletiva como prefeito eleito; assista

 

Avaliação do resultado nacional das eleições

waltersorrentino101541O processo eleitoral ainda se estende em 55 cidades onde haverá segundo turno, mas em avaliação sobre o resultado preliminar das eleições, o vice presidente nacional do PC do B afirma que os vencedores são os conservadores, além da fragmentação partidária e a negação à política.

Ainda assim, entre os partidos que mais cresceram estão o PC do B, com estaque para o estado do Maranhão onde os comunistas vão governar 46 cidades.

Vale a pena conferir o artigo na integra o link abaixo!

Eleições: Conservadorismo, fragmentação partidária e recusa à política