(Vídeo) JN admite errou em relação a conta de 150 milhões de Lula e Dilma

Do Tijolaço

Depois de martelar anteontem,minutos a fio, que o delator Joesley Batista havia dito que havia contas de Lula e Dilma no exterior, somando US$ 150 milhões de dólares, o Jornal Nacional se “corrigiu” ontem em alguns segundos.

O apresentador William Waack reconheceu que não há conta dos ex-presidentes, mas apenas a alegação do dono da JBS de que teria mantido contas com finalidade de fazer frentes a gastos políticos.

Depois de espalhada a mentira, é “moleza” dizer que “não era bem assim”.

Assista videdo do minuto em que o desmentido é feito.

Anúncios

Golpe mostra aos jovens a que veio: desemprego e miséria!

452760-970x600-1A juventude vai descobrindo o real motivo do impeachment de Dilma Rousseff, o golpe de Estado em 31 de agosto de 2016: a criação de desemprego e a ampliação da miséria no país.

Reportagem neste domingo (25) do espanhol El País, em tom de ironia, diz que “a primeira crise a gente nunca esquece” ao abordar que a juventude brasileira nascida na prosperidade está enfrentando pela primeira vez uma recessão econômica.

Grosso modo, entende-se por “recessão” a concentração do consumo nas mãos da parcela mais rica da sociedade. A outra fica com o desemprego e a miséria.

O diabo é que boa parte dessa juventude que hoje é vítima do golpe, isto é, da crise econômica, foi às ruas quando o Brasil vivia pleno emprego e saúde de boi premiado. Note que tudo começou em junho de 2013…

Aliás, os franceses se perguntavam na época por que os jovens brasileiros protestavam — não era por vinte centavos! – haja vista o cenário de pleno emprego, políticas de inclusão para as universidades, aumento real nos salários, enfim, tudo que o resto do mundo sonhava ter.

Do: Blog do Esmael

Parecer técnico do TSE: se Temer cair, eleição será direta

Gilmar Mendes(PSDB/MT) presidente do TSE

Gilmar Mendes(PSDB/MT) presidente do TSE

Para técnicos do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, em caso da chapa Dilma-Temer vir a ser cassada em 2017, o próximo presidente será eleito de forma direta.

Na observação da reforma eleitoral de 2015, pelos técnicos do TSE, foi aprovado que eleição indireta só em caso de cassação no prazo de 6 meses antes do fim do mandato.

Outra observação a ser feita é que o presidente do TSE é o ministro Gilmar Mendes(PSDB-MT), pode não levar o parecer técnico em consideração, tendo em vista que este juizeco advoga em causa do PSDB.

Com informações do Poder 360: TSE: se Temer cair, haverá eleição direta